FullSizeRender (1)

Partilhe esta candidatura nas redes sociais

Nome completo:
Faranaz Jaherali Ahamad Keshavjee

Data de nascimento:
1/11/1968

Naturalidade:
Moçambique

Nacionalidade:
Portuguesa

Apresentação pessoal

Nasci há 47 anos em Moçambique, na capital cosmopolita e moderna. O primeiro impacto sobre Portugal, foi “aterrar” na Rua da Atalaia, Bairro Alto. Ruas estreitas, fadistas, travestis, prostitutas, varinas de cesto na cabeça; bairro mourisco onde era “a retornada”. Africana, Portuguesa, Indiana, muçulmana, mulher, académica, tudo identidades hifenizadas, levaram-me a estudar ciências sociais e humanas, o fenómeno religioso e as questões de género, em particular no Islão e sociedades muçulmanas. No ISCTE e na Universidade de Cambridge, estudei Antropologia e Representações Sociais de Género e Identidades. Fui bolseira de doutoramento da FCT. Vivi no Cairo, e conheci a cultura e língua árabe; fiz trabalho de campo no Tajiquistão no período pós-Soviético. Regressei para colaborar com a rádio TSF, ser colunista do PÚBLICO, e Bloguer do EXPRESSO, tudo depois do fatídico 11 de Setembro, data a partir da qual intervim publicamente, até hoje, nacional e internacionalmente. Em jovem fui membro da Comissão para a Igualdade e os Direitos da Mulher, depois, consultora da Aliança das Civilizações com Jorge Sampaio, e da Comissão para a Igualdade e os Direitos das Minorias Étnicas. Dei formação nos Sistemas de Informação da República Portuguesa. Simpatizante do Partido Socialista Português, fiz parte das comissões de honra de candidaturas, municipais, legislativas e presidenciais. Motivação política: ajudar a melhorar a dignidade de vida do povo de Portugal – a minha pátria, o meu país.

Apresentação da candidatura
Apresento-me como candidata ao partido Livre Tempo de Avançar pelas seguintes razões: 1) Porque todas os representantes eleitos pelo povo português que tiveram a possibilidade de fazer a diferença pela positiva, falharam. Na educação, na saúde, na segurança social, na administração pública, na paridade social, económica e de género, nas relações com a união europeia, na possibilidade de ascenção social e económica do seu povo, nos direitos e oportunidades dos mais carenciados, jovens, idosos, e com necessidades especiais; 2) porque não espero de nenhuma das outras propostas politicas a vontade de mudança; 3) porque esta é a única organização política em que confio que possa fazer a diferença positiva neste cenário político, social e económico caótico; 4) porque reúne prestigiadas e capacitadas individualidades para contribuir para essa mudança; 5) porque tendo sempre criticado a falta de “cor” nos representantes do povo (não só literalmente, mas também no acolhimento da diversidade de género, crenças, culturas e formas de pensar e ser) constato que o convite feito revela essa ideologia de integração; 6) porque este é o momento certo para intervir e contribuir ativamente na vida política de um país de onde este espírito humanista e humanitário, que o Livre-Tempo de Avançar preconiza, levou à descoberta e desenvolvimento de outros mundos, e do nosso também; 7) porque confio na minha mundividência e vivência para contribuir para uma política de integração de tudo o que representa o Outro; e , finalmente, 8) porque confio nos saberes adquiridos para a prevenção de radicalismos e extremismos islâmicos ou de outras crenças na juventude, aqui, como no resto da Europa, com medidas educacionais e politicas que poderão ser tomadas como exemplares para países europeus onde estes fenómenos têm vindo a comprometer a estabilidade, o direito da liberdade de expressão e, consequentemente, a segurança e defesa nacionais.

Áreas de intervenção preferenciais
Educação, Relações Internacionais, Diplomacia

Como pensa interagir com os eleitores?
Através da internet e a partir de debates e fóruns para o efeito

Círculos pelos quais concorre:
Círculo de Lisboa
Círculo de Fora da Europa
Círculo de Aveiro

No Facebook: Faranaz Keshavjee
No Twitter:
Site pessoal ou blog:

Proponentes de Faranaz Keshavjee