foto

Partilhe esta candidatura nas redes sociais

Nome completo:
Joana Matos Penha Lopes

Data de nascimento:
8/1/1982

Naturalidade:
Portuguesa

Nacionalidade:
Portuguesa

Apresentação pessoal

Sou Joana Penha Lopes desde muito cedo me interesso pelo bem estar comum sem saber que isso revelava um apetite de intervenção política. No secundário estive envolvida na associação de estudantes, na faculdade candidatei-me à mesa, sem sucesso por 16 votos e optei por participar em núcleos e voluntariado. Na faculdade entusiasmei-me pelas questões éticas que os sistemas de e-voting suscitam, por isso escrevi um artigo sobre open/closed source em e-voting (disponível para leitura na comunidade). Mais tarde participei no movimento gerAções e fui da direcção da associação Futuragora. Quero fazer algo para tornar Portugal melhor e por consequência um mundo melhor.

Apresentação da candidatura
Enquanto candidata quero dar força e ser uma força do Partido LIVRE / Tempo de Avançar. Dentro do panorama político é aquele em que me encontro enquanto pessoa e filosofia, o LIVRE vem de certa forma espelhar linhas fundamentais do meu idealismo de forma pragmática e racional. O principio de emergência enquanto forma política parece-me ser uma evolução natural da tradicional democracia agilizando a participação dos cidadãos colocando a política acessível a todos. Em termos de pontos que gostaria defender pelo meu país devo salientar que sou uma daquelas pessoas que emigrou devido à austeridade e crise financeira em Portugal, com muita pena minha vejo cair alguns dos fortes que poderiam colocar Portugal num melhor lugar, nomeadamente a Educação, pilar da sociedade e a privatização de empresas que deveriam ser consideradas essenciais para a uma sociedade equilibrada provendo a todos. Sendo eu própria emigrante conheço profundamente as razões que levam as pessoas a sair de Portugal e vejo no meu dia a dia pequenas grandes diferenças que poderiam ser aplicadas em Portugal. Vivo em Londres, uma metrópole multi-cultural efervescente em ideias e ideais. Sou sensível às questões relacionadas com a sustentabilidade indo desde as questões energéticas à alimentação. Portugal é um país que poderia ser auto suficiente em termos energéticos o que traria uma independência energética colocando Portugal em vantagem estratégica. Sendo da área da tecnologia, vejo muitas oportunidades para melhorar não só o ensino como o desenvolvimento do Pais. Somos um país pequeno de mentes brilhantes, devemos orgulhar-nos disso.

Áreas de intervenção preferenciais
As minhas áreas de preferência são a sustentabilidade/ecologia, tecnologia, direitos humanos e dos animais, educação (com especial ênfase em e-learning) e ética na alimentação (produção em massa, utilização de químicos nocivos e crueldade animal) .

Como pensa interagir com os eleitores?
Através de social media e intervenção directa local directa. Sendo a minha área a tecnologia, dou preferência a uma interacção utilizando não só canais como facebook, twitter, linkedIN, newsletters, youtube e blogs mas também através de interactividade recorrendo ao mundo mobile, inquéritos, etc. A abordagem local passa pelo conceito do movimento transição estabelecendo ligação comunitária e organizando eventos locais e acções estratégicas de evolução do estágio da localidade adptada às necessidades.

Círculos pelos quais concorre:
Círculo de Leiria
Círculo de Aveiro
Círculo de Viseu

No Facebook: https://www.facebook.com/joanapl
No Twitter: https://twitter.com/joanapl
Site pessoal ou blog: https://sites.google.com/site/joanpl/

Proponentes de Joana P. Lopes