IMG_6909 - Copy

Partilhe esta candidatura nas redes sociais

Nome completo:
Filipe Pedro Mil-Homens

Data de nascimento:
5/10/1989

Naturalidade:
Caldas da Rainha

Nacionalidade:
Portuguesa

Apresentação pessoal

Filipe Mil-Homens natural da cidade de Caldas da Rainha, habito entre Caldas da Rainha e Lisboa, onde estudo Engenharia Mecânica no Instituto Superior Técnico. Vivi durante treze anos na vila do Bombarral. Nunca estive ligado a nenhum partido ou movimento político até ter tido conhecimento da candidatura cidadã LIVRE/TEMPO DE AVANÇAR através das redes sociais, subscrevi a candidatura e fui voluntário na Convenção de 31 de Janeiro, em Lisboa. Desde então tenho tentado colaborar na divulgação da candidatura e implementação da mesma no distrito de Leiria. Sempre me revi nos valores da esquerda democrática. O período do pré e pós 25 de Abril sempre me despertou muita curiosidade e fascínio. A mobilização das pessoas na defesa de ideais, a solidariedade, a camaradagem, a coragem na luta por um país livre sem guerra e melhor para todos fizeram deste um período único da nossa história. Hoje somos livres, não há guerra e temos de longe melhores condições de vida, mas existe um retrocesso democrático em Portugal.

Apresentação da candidatura
Nos últimos anos o país envelheceu, está mais pobre, mais desigual e infelizmente quase resignado. O discurso ouvido sistematicamente na comunicação social de que apenas três partidos têm propostas responsáveis para o país, que o voto em outra qualquer força política é um voto irresponsável, perigoso, que nos levará para o abismo, é um ataque à qualidade da nossa democracia. O Portugal de hoje exige outra forma de fazer política, mais perto das pessoas, mais transparente, uma política virada para os desafios do nosso século. A sustentabilidade da nossa civilização como a idealizamos está posta em causa. Não podemos poluir para sempre nem consumir recursos como se estes fossem inesgotáveis. O mais grave é que estamos a delapidar os recursos e a distribui-los de uma forma tão desigual. Estamos hoje, a hipotecar o futuro das próximas gerações, o direito que estas têm a viver um mundo rico em biodiversidade, sem poluição ambiental e visual, e onde não tenham graves problemas de escassez de bens essenciais a uma vida digna. O desafio que temos como país e como comunidade é o de tentar encontrar formas de adaptar o nosso ritmo de poluição e consumo ao ritmo que a natureza tem de se regenerar, isto está escrito na Constituição da República Portuguesa, mas está longe de ter sido posto em prática. A crise demográfica, o desequilíbrio entre o interior e o litoral, a introdução de novas tecnologias que retira a necessidade de tantas pessoas no mercado de trabalho são também problemas por resolver que exigem uma resposta. Temos hoje gerações muito mais qualificadas, informadas e preparadas para responder aos desafios que o futuro nos coloca, mas é preciso apresentar com clareza qual o caminho a seguir. É contra o discurso do inevitável e do conformismo, pela sustentabilidade em todas da áreas e não apenas a financeira e por um país desenvolvido, integrador e menos desigual que apresento a minha candidatura.

Áreas de intervenção preferenciais
Energia, Ambiente, Ordenamento do Território, Mobilidade e Transportes.

Como pensa interagir com os eleitores?
Através da Internet, redes sociais, contacto direto com os eleitores, meios de comunicação social locais.

Círculos pelos quais concorre:
Círculo de Leiria
Círculo de Lisboa

No Facebook: https://www.facebook.com/filipe.milhomens.9
No Twitter:
Site pessoal ou blog:

Proponentes de Filipe Mil-Homens