Fotografia_Carla do Carmo

Partilhe esta candidatura nas redes sociais

Nome completo:
Carla Sofia Natividade Emídio do Carmo

Data de nascimento:
8/25/1972

Naturalidade:
Moçambique

Nacionalidade:
Portuguesa

Apresentação pessoal

Filha e neta de algarvios, vivi em Almada até aos 28 anos de idade. Licenciei-me em Engenharia Geológica, sou membro da ordem dos engenheiros e tirei o mestrado em Engenharia do Ambiente, área de especialização Tecnologias Ambientais. Após concluir o estágio profissional de 2 anos numa empresa de tratamento de óleos minerais usados, em Brejos de Azeitão, aventurei-me e fui trabalhar como responsável de produção numa unidade de tratamento de óleos minerais usados em Sevilha. No ano seguinte iniciei o meu percurso de 7 anos como técnica e posteriormente como coordenadora do departamento técnico numa empresa de gestão e tratamento de resíduos industriais perigosos e banais em “Jerez de la Frontera”, realizando ainda, nesse período, ações de voluntário numa instituição de crianças carenciadas em “Puerto de Santa Maria”. Em 2007 resolvi regressar a Portugal escolhendo o Algarve para viver. Presentemente vivo em Tavira, exerço atividade profissional como projetista de segurança contra incêndios e formadora. Sou membro do partido Livre e integro a Comissão Dinamizadora do Livre/Tempo de Avançar, Circulo do Algarve.

Apresentação da candidatura
A estrutura económica do Algarve sofreu nos últimos anos alterações muito rápidas passando de uma região principalmente agrícola para uma região em que predomina o setor serviços. O turismo tem sido o motor económico do Algarve o que provocou um desequilíbrio na distribuição dos postos de trabalho, sendo na sua maioria localizados na faixa costeira. A atividade agrícola tem vindo a crescer nos últimos anos mas é essencial continuar a promover o desenvolvimento agrícola e florestal, revitalizar o meio rural algarvio, desenvolver políticas na área dos transportes coletivos e reabilitação urbana. A região do Algarve dispõe de potencial importante no que se refere aos recursos energéticos endógenos, especialmente a energia eólica, solar e biomassa (aproveitamento de resíduos urbanos, resíduos de exploração pecuária e biomassa florestal). O desenvolvimento energético da região deverá assentar na valorização do potencial energético endógeno, na utilização racional de energia, na valorização energética da reciclagem de resíduos e mobilização de linhas de financiamento para a implementação da política energética regional. A costa Algarvia tem uma das mais ricas e importantes geologias, floras e faunas da Europa. A ria formosa é um sistema que importa preservar, assim como a fauna e a flora da região, promoção do uso ordenado do território e dos recursos naturais, contribuindo para o desenvolvimento económico, social e cultural.

Áreas de intervenção preferenciais
• Combate às desigualdades e à pobreza e valorização do trabalho; • Agricultura, ambiente e energias renováveis.

Como pensa interagir com os eleitores?
Através das redes sociais e promovendo encontros para debater os problemas essenciais da região.

Círculos pelos quais concorre:
Círculo de Faro

No Facebook:
No Twitter:
Site pessoal ou blog:

Proponentes de Carla do Carmo