Margarida_Paredes_Livre

Partilhe esta candidatura nas redes sociais

Nome completo:
Margarida Isabel Botelho Falcão Paredes

Data de nascimento:
5/6/1953

Naturalidade:
Coimbra

Nacionalidade:
Portuguesa

Apresentação pessoal

Sou mulher, branca (entre parentesis noto que há pouca diversidade racial nas candidaturas já propostas), mais velha e imigrante no Brasil. Formada em Estudos Africanos pela FL da UL e doutorada em Antropologia pelo ISCTE-IUL. Vivo em Salvador da Bahia onde sou pesquisadora/professora convidada da UFBA, Universidade Federal da Bahia. Dou aulas de Antropologia e pesquiso as Mulheres da Polícia Militar em Salvador. Trabalho com Antropologia dos Militares e defendi uma tese de doutoramento sobre as Mulheres na Luta Armada em Angola. As minhas áreas de reflexão são os Estudos de Género, os Estudos Feministas e os Estudos Pós-coloniais. Nos tempos livres escrevo e tenho um romance editado em Portugal e em Angola. Nunca pertenci ou me flilei em nenhum partido político, no entanto lutei contra o colonialismo português em Angola tendo aderido ao MPLA em 1973, movimento do qual fui guerrilheira. Ofereci-me como escudo-humano contra a invasão do Iraque e tenho sido ativista em Movimentos Sociais que lutam pela Diversidade e Igualdade de Direitos e interveniente em ações políticas nas quais tenho dado a cara contra o Racismo, a Homofobia, Violência contra as Mulheres e outras discriminações.

Apresentação da candidatura
A minha candidatura é uma candidatura de mulher migrante. Emigrei para o Brasil com mais de 60 anos e depois do meu filho, jovem arquiteto, ter trabalhado quase 2 anos em São Paulo. A minha família, assim como todas as famílias em Portugal, foi vítima das políticas de austeridade e empobrecimento deste governo e a emigração apresentou-se como uma possibilidade de sobrevivência ou de não desistência de projetos de vida. A candidatura que apreseto pelo círculo Fora da Europa na lista do Livre/Tempo de Avançar tem o propósito de dar voz e visibilidade à comunidade de portugueses espalhados pelo mundo, auscultar os seus problemas e preocupações e lutar com empatia no Parlamento e fora dele pelos direitos desta comunidade e pela sua representação no campo da governação. Como cientista social migrante também estou particularmente vocacionada para representar a emigração qualificada e lutar por condições que permitam o regresso dos cientistas e investigadores às universidades em Portugal.

Áreas de intervenção preferenciais
Migração, Trabalho, Ciência e Cultura.

Como pensa interagir com os eleitores?
Num país em que a maior parte dos eleitores se omite de votar só a interação e o diálogo com os eleitores pode ajudar a alterar esta situação. No círculo Fora da Europa, a comunicação através das redes sociais parece-me essencial para aprofundar a aproximação aos eleitores migrantes.

Círculos pelos quais concorre:
Círculo de Fora da Europa

No Facebook: https://www.facebook.com/#!/margarida.paredes.92
No Twitter:
Site pessoal ou blog:

Proponentes de: Margarida Paredes