foto sara

Partilhe esta candidatura nas redes sociais

Nome completo:
Sara Alexandre Domingues Araújo

Data de nascimento:
12/1/1978

Naturalidade:
Leiria

Nacionalidade:
Portuguesa

Apresentação pessoal

Nasci em Leiria há 36 anos, onde vivi até me mudar para Coimbra como estudante de sociologia. Comecei a colaborar com o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra em 2000, onde sou atualmente investigadora. Dos quase 16 anos que passaram entretanto, passei sete em Moçambique, tendo trabalhado com equipas de investigação binacionais e multidisciplinares sobre a reforma da justiça moçambicana e desenvolvido trabalho empírico individual no âmbito da tese de doutoramento em “Direito, justiça e cidadania no século XXI”, que defendi no final do ano passado. Atualmente, em Coimbra, integro a equipa de coordenação do projeto de investigação “ALICE, Espelhos Estranhos, Lições Imprevistas: Definindo para a Europa uma nova forma de partilhar as experiências do mundo” (dirigido por Boaventura de Sousa Santos), assumindo o compromisso de uma investigação científica articulada com os movimentos sociais e empenhada nos processos de transformação social. O meu futuro na investigação, como o de tantos outros e tantas outras, é feito de instabilidade e incerteza.

Apresentação da candidatura
Nos últimos anos, fui uma das muitas pessoas que, em vários momentos e lugares, ocuparam as ruas, indignadas com as políticas de austeridade e o assalto a bens não renunciáveis, como a escola pública de qualidade, a saúde pública e o direito a esperar um futuro digno. Saí à rua convicta e voltarei a fazê-lo sempre que me sentir representada nas razões do protesto. No entanto, à catarse da rua, seguiu-se um vazio de esperança. Este passo é, para mim, um exercício de recuperação da esperança e de responsabilização, assumindo o risco de me envolver e o compromisso de me empenhar nesta candidatura cidadã, onde me revejo, para lutar por aquilo que defendi sempre que me juntei ao coro que cantava o Grândola: é urgente pôr fim ao desmantelar do Estado social, à espiral de precarização e desproteção laboral, à desvalorização da educação, à depreciação da investigação científica, à desconsideração da dignidade humana e, naturalmente, à falácia do discurso neoliberal que confunde uma escolha política do futuro com inevitabilidade. A estas motivações, junto a da necessidade de lutar sempre contra formas de opressão e discriminação transversais, como as que assentam no sexismo e no racismo.

Áreas de intervenção preferenciais
Investigação científica e educação, cultura e justiça

Como pensa interagir com os eleitores?
Para além da permanente possibilidade de contacto via e-mail, gostaria de fazer uma auscultação direta junto de diferentes eleitores para perceber qual a melhor forma de manter um contacto acessível.

Círculos pelos quais concorre:
Círculo de Coimbra

No Facebook: https://www.facebook.com/sara.araujo
No Twitter:
Site pessoal ou blog:

Proponentes de Sara Araújo