César Madureira

“Eu não acredito em caridade. Eu acredito em solidariedade. A caridade é vertical: vai de cima para baixo. A solidariedade é horizontal: respeita a outra pessoa e aprende com ela.” Eduardo Galeano

1) Em 24 de maio de 2011, na Praça da Catalunha em Barcelona, passeava entre a multidão um velho calvo de bonitos olhos azuis. Era Eduardo Galeano, um manifestante mais ou menos anónimo, partilhando com os demais indignados o seu protesto.

Na breve entrevista que concedeu então, todas as palavras foram simples, inteligíveis. E certas. Que a dignidade precisa de entusiasmo e de energia, que um outro mundo possível já existe na barriga deste e que o parto, ainda que difícil, terá que ocorrer. Que não importa idealizar o futuro perfeito, mas viver as lutas e os feitos presentes.

2) A Alemanha e as instituições credoras tratam de ir pondo a pata cada vez com mais força em cima do povo grego. Não podem permitir veleidades a um Governo que cumpre a promessa de restituir postos de trabalho a funcionários públicos e que não está disposto a privatizar toda a sua economia. Nos conciliábulos de Lagarde, Merkel e Draghi avalia-se e reforma-se o conceito de democracia concluindo-se que até este deve ter os seus limites, e esses serão eles a traçá-los.

3) E nós? Onde estamos? Vamos partir as canelas a quem espezinha os gregos ou apenas pedir que não calquem com tanta força? Vamos fingir que tentamos negociar com quem não quer negociar ou vamos por fim gritar a plenos pulmões que somos parte interessada no negócio e portanto temos que ser ouvidos? Vamos continuar com o entusiasmo e a energia indispensáveis à dignidade ou vamos descansar e esperar que nos redefinam o conceito de dignidade como já o fizeram com o de democracia?

4) Para Galeano, a quem a utopia servia para continuar o seu caminho, tratava-se de nunca deixarmos de cuidar carinhosamente da gravidez desse outro mundo de que falava. Por mim, gostava de poder fazer-lhe a vontade!

César Madureira

Investigador/Professor
cesar.nuno.madureira@iscte.pt

Partilhe este post