"Tempo à Cidadania", por Miguel Dias

“São todos iguais!” Esse é hoje em dia o mote para uma análise “séria” do panorama politico-partidário nacional. A descrença e a dúvida nos políticos, sentimento da generalidade da população, afasta o eleitorado do processo democrático e enclausura-o numa liberdade que já não espelha os princípios de Abril. É certo que Portugal progrediu nos 41 anos de democracia, mas a ... Read More

"Sim, é possível fazer diferente!", por Miguel Dias

Certamente que existem muitos argumentos pró e contra as Primárias Abertas. Sou sensível e compreendo os motivos que alimentam ambos os lados da barricada. No entanto, não devemos fechar os olhos à actual crise politico-partidária e ao afastamento da população do processo de decisão democrática. Dizemos que vivemos numa Democracia representativa, mas na realidade esta representa cada vez menos pessoas… ... Read More