Filipe Honório

Área programática: Justiça, Estado e Administração Pública
Posição confiscatória da administração pública
A atual metodologia da administração pública (ao nível da AT e Segurança Social) de abordagem às dívidas de pessoas singulares e coletivas torna muitas das vezes impossível o seu pagamento. É necessário criar tetos às penhoras impostas, tornar as dívidas passíveis de serem pagas sem que isso constranja, de modo muito significativo, a vivência digna de qualquer cidadão.

Área programática: Política Externa, Europa e Defesa
Política externa portuguesa circunscrita à diplomacia económica
A conceção da diplomacia como veículo para a extensão da ação económica não pode ser afunilada numa única perspetiva de aumento de relações comerciais. Se por um lado a diplomacia económica é um importante contributo para o desenvolvimento da indústria e comércio portugueses, por outro a empregabilidade desse tipo de conceção diplomática em exclusividade não pode ser aceitável. É importante desenvolver quadros de atuação internacional mais abrangentes para Portugal e para o seu papel no sistema internacional, não só por necessidade própria, como também por responsabilidade no âmbito de atuação junto de países Área programática: Culturalmente próximos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *